Saturday, May 01, 2010

ABAIXO A BURCA! VIVA O TRAJE M'MUILA!

Depois de muito remoer, a Bélgica avançou com a proibição de indumentárias que cubram totalmente o rosto das pessoas em locais públicos.

Ficam, assim, impedidas de usar burca, hijab, mascarilhas de vários tipos, as mulheres muçulmanas cujos maridos não querem que os outros lhes vejam a cara.

Um grupo de cidadãos belgas colocou já na internet um abaixo assinado para forçar o Parlamento a discutir também o traje m'muila, considerado por muitos como inadequado aos bons costumes e ao decoro cristão.

Ao lado, uma jovem catorzinha ostenta um modelo do referido traje regional, da autoria de uma franchisada das boutiques Hannah Salazar, da cidade do Lubango, cada vez mais difundido nas praias da antiga metrópole.

A comunidade muçulmana (sunita) acusa o Parlamento belga de pretender, precisamente, obrigar a suas odaliscas a mostrarem partes cada vez maiores das suas carnes ocultas (como diria Georges Brassens, les p'tits bouts de sa peau bien cachées que les autres n'ont pas touchées), sendo a cara apenas o primeiro bocado que os parlamentares (infiéis, claro!) querem destapar.

Um bico de obra para a Bélgica, ainda por cima numa altura em que está mergulhada em mais uma crise governamental.

2 comments:

Maria de Fátima said...

olha eu em Londres, fora noutro país mais a norte pior seria, nem com vulcões ejectar, e eu estaria de mantilha de lã enrolada e gorro enterrado na cabeça (tenho uma fotografia, juro - em branco e vermelho, mas podia ser negro, fruto apenas do que tinha levado...) e só se me vêem os olhos . Pergunto: nesta altura do campeonato será perigoso que eu tape o meu frio deste modo em Paris cidade? achas que podem prender por motivos religiosos eu que não creio?!responde de pronto ou cancelo o vôo que marquei para Dezembro :)

Marques Correia said...

Confia na sabedoria do povão e da sua polícia. Ambos sempre souberam distinguir um gorro de ski para assaltar de um outro mesmo para esquiar.
Que é como quem diz sempre souberam distinguir uma mascarilha para tapar o tesouro do maridinho de uma idêntica para tapar o frio da invernia.
Portanto, não há perigo!