Saturday, April 30, 2011

HOMENAGEM A ADRIANO CORREIA DE OLIVEIRA

A propósito de uma busca na Net, eis-me a recordar um monte de canções de protesto, como lhes chamávamos nos idos de 60 e 70.
Deixo-vos uma série de canções do Adriano (ou interpretadas por ele), a começar pela trova do vento que passa.

Não é a minha preferida, mas é das mais conhecidas.

O Adriano teve uma vida curta (não passou dos 40 anos), não teve a aura de revolucionário do Zeca nem as "peneiras" e a truculência pseudo "revolucionária" do Zé Mário Branco ("Bufo" Branco, segundo o MRPP - eles lá sabiam...) mas deixou uma memória de inconformismo com a ditadura e oposição ao regime usando a sua arma de eleição. a canção, e, acima de tudo, deixou-nos a memória de uma voz do que de melhor se ouviu na Coimbra dos anos 60 e no "reviralho" até ao 25 de Abril.

Para um texto biográfico Clique aqui . Clique nos links para ouvir as canções:

Trova do Vento que Passa

Menina dos olhos tristes

canção do soldado (sete balas só na mão)

Canção com Lágrimas

Canção Terceira

Sou barco abandonado

Capa Negra Rosa Negra

1 comment:

Anonymous said...

http://prixviagragenerique50mg.net/ achat viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra acquistare
http://precioviagraespana.net/ viagra generico